O diagnóstico da Enurese Noturna considera – além dos sinais e sintomas – fatores psicológicos, alérgicos e antecedentes familiares. Munido dessas informações, que são fornecidas pelos pais, e de exames clínicos, o médico poderá identificar o problema e indicar o melhor tratamento.

A enurese é classificada como primária quando a criança já tem mais de 5 anos e ainda não conseguiu ficar pelo menos 6 meses sem fazer xixi na cama. É chamada secundária quando a criança volta a urinar na cama após já ter conseguido alcançar este controle.

Quase sempre a enurese se resolve espontaneamente, conforme a criança cresce. No entanto, se isto não acontecer até a idade escolar, a socialização pode ser comprometida. Por isso, a importância de observar e procurar a opinião médica.

Diagnóstico da enurese noturna