Para as famílias amantes do futebol, mostramos como marcar um golaço contra o xixi na cama

Você com certeza já ouviu falar sobre a importância do esporte para a construção de valores como trabalho em equipe, concentração, disciplina e esforço durante o desenvolvimento infantil. Mas já parou para pensar que, além de trazer lições valiosas, a prática esportiva também pode servir de inspiração para lidar com problemas como a enurese noturna? Se a sua família ama futebol, dá para aproveitar o tema e encorajar os pequenos a colocar a chuteira e jogar para fora do campo o medo e a vergonha do xixi na cama. Veja como!

Estude o oponente

No futebol, antes de entrar em campo, é preciso analisar os adversários para entender seu estilo de jogo. Aquele ali corre mais? O outro é canhoto? Esse manda bem nos pênaltis? Com o xixi na cama é a mesma coisa. Antes de “partir para o ataque”, é preciso entender o distúrbio, buscando informações em fontes seguras e observando como o problema se manifesta no seu filho. O Sem Xixi na Cama, por exemplo, reúne conteúdo de qualidade em site e redes sociais.

Domine a partida

Quando um time mantém a bola nos pés por mais tempo durante a partida de futebol, diminui as chances de gol do oponente. Da mesma maneira, em casa, é preciso aprender a lidar com as inseguranças provocadas pelo xixi na cama e não permitir que o medo, a vergonha ou a baixo autoestima diminua a energia para vencer o problema. Tarefa ativa dos pais, que precisam ajudar os pequenos a resistir ao cenário de incertezas que o transtorno traz para suas rotinas. Lembre-se: cartão vermelho para os castigos! Criança com enurese precisa de apoio e não de repreensão.

Drible o adversário

Em campo, a cada vez que um jogador consegue desviar do oponente e chegar próximo à área de gol, a torcida comemora, afinal, é uma chance a mais de conquistar pontos. Com o xixi na cama é igualzinho. Para derrota-lo é preciso, primeiro, enfrenta-lo. Aceite que o seu filho tem o problema e ajude-o a fazer o mesmo; até porque, durante o tratamento, pode ser que as noites molhadas demorem um tempo para cessar. Enquanto isso, faça todo o possível para tornar a hora de dormir confortável para a criança, demonstrando sempre seu apoio para vencer, junto com ela, a enurese noturna. O diário das noites secas é uma ótima maneira de mostrar para o seu filho a diminuição do xixi na cama e, também, de comemorar cada pequena conquista.

Passe a bola

Quando o jogador de futebol não passa a bola para os jogadores do seu time e prefere resolver tudo sozinho, ganha a fama de “fominha”, não é verdade? Um apelido engraçado para uma característica desagradável: o egoísmo. No esporte e na vida, trabalhar em equipe é essencial para dividir o peso das responsabilidades e para que um ofereça força ao outro. Xixi na cama é assunto sério e não precisa ser guardado a sete chaves ou enfrentado sozinho. Passar a bola, aqui, significa oferecer e pedir ajuda. A criança precisa de apoio, e você, mãe, pai ou familiar, também. No site do Sem Xixi na Cama, é possível encontrar Centros de Apoio especializados que oferecem diagnóstico, orientação e tratamento contra a enurese noturna.

Marque um gol

Seja no começo, no meio ou no fim da partida, marcar um gol é sempre uma alegria no futebol. Muitas vezes, um único ponto é suficiente para vencer a disputa e garantir um título. No caso da enurese noturna, buscar orientação especializada é assegurar que a “competição” contra o xixi na cama fique menos acirrada. Por meio de exames clínicos e laboratoriais, histórico familiar e análise de padrões, é possível identificar o transtorno e indicar o melhor tratamento, que pode incluir mudanças comportamentais, medicamentos ou consultas com outras áreas médicas. Não entre “em campo” sem antes consultar um médico; o que dá certo para uma criança, pode não dar para outra. Marcar o gol contra o xixi na cama pode até levar um tempo, mas acredite, a comemoração quando ele finalmente acontecer, será muito, muito especial.

Entre no clima da Copa do Mundo respondendo ao quiz Sem Xixi na Cama: https://plbz.it/2JviGqS