A enurese noturna pode ser um distúrbio hereditário; saiba mais sobre essa e outras causas do xixi na cama após os cinco anos

A herança genética é considerada uma evidência significativa entre as causas do xixi na cama após os cinco anos. Por isso, pais que lidaram com a enurese noturna durante a infância podem passar pelo mesmo desafio com os filhos. Estudos consideram que se um dos pais foi enurético, a chance do filho ser é de 44%. Já se ambos enfrentaram os lençóis molhados, as chances sobrem para 77%.

É importante esclarecer, contudo, que a hereditariedade não é a única causa do xixi na cama. Há os fatores orgânicos, caracterizados tanto pela secreção inadequada de vasopressina à noite, quanto pela chamada bexiga hiperativa. A enurese noturna também pode ocorrer devido à imaturidade do sistema nervoso, que impede o cérebro de receber o aviso da bexiga cheia.

Uma parcela pequena dos casos, cerca de 10%, podem estar relacionados ainda a questões emocionais. Trata-se da enurese noturna secundária, que ocorre quando a criança já havia adquirido o controle, mas voltar a urinar na cama.

Tratamento para o xixi na cama

Agora que sabemos que a enurese noturna pode ter várias causas, é importante dizer que – seja qual for a razão dos escapes persistentes de xixi – eles precisam ser investigados por um especialista. Em entrevista recente à Folha Vitória, o urologista pediátrico José Murilo B. Netto pede aos pais e cuidadores que observem os sinais e relatem ao pediatra para que o diagnóstico seja feito com precisão e o tratamento iniciado o quanto antes.

“O amadurecimento do sistema urinário faz parte da fase de desenvolvimento infantil, por este motivo, a atenção precisa ser redobrada quando os episódios de escapes noturna acontecem frequentemente após os cinco anos de idade”, alertou o médico.

No aplicativo do Sem Xixi na Cama você tem acesso ao Diário Miccional para este acompanhando e também é possível localizar Centros de Apoio especializados no nosso site.

A parte fundamental do tratamento é a compreensão familiar. Evitar a punição, repreensões ou até mesmo sentimento de culpa e frustração”, José Murillo B. Netto – urologista pediátrico

Compreensão familiar

Já falamos por aqui o quanto o comportamento inadequado dos pais pode comprometer o tratamento da enurese noturna. Se você também enfrentou o problema durante a sua infância, aproveite para passar essa experiência para o seu filho de forma positiva, mostrando que é possível lidar com o xixi na cama sem traumas.

Infelizmente, ao contrário disso, muitos pais que foram punidos por conta da enurese quando crianças tendem a repetir o comportamento punitivo com os filhos. É importante que as famílias se conscientizem, auxiliem no tratamento dando apoio à criança, ajudando-as a compreender os sintomas, procurando atendimento médico especializado e, por fim, aderindo e seguindo as instruções da conduta proposta.

Encontre mais sobre as causas do xixi na cama aqui e cadastre-se na nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos sobre enurese noturna.