Saiba como proteger os pequenos de afogamentos, segunda maior causa de morte acidental em crianças de até 14 anos

Basta um descuido com os filhos em casa para que acidentes aconteçam.  E os casos que envolvem água podem ser fatais. Pensando nisso e aproveitando a temporada de verão, quando não há nada mais gostoso que uma tarde de sol com os pequenos à beira da piscina, listamos 10 cuidados essenciais para evitar afogamentos, segunda maior causa de morte acidental em crianças de até 14 anos. Confira:

1.    Nunca deixe seu filho sem supervisão quando próximo à água. No caso das crianças menores de 4 anos, essa vigilância deve ocorrer de dentro da piscina, a uma distância de apenas 1 braço.

2.    O uso do colete, principalmente em crianças menores de 4 anos, é mais recomendado do que o de boias. Isto porque elas podem facilmente serem retiradas e as tipo “pneu” oferecem o risco da criança escorregar.

3.    Aulas de natação são uma boa pedida. Se você também não sabe nadar, aproveite para aprender! Mas vale lembrar que, mesmo assim, o cuidado deve ser mantido.

4.    Uma profundidade segura para as crianças é aquela que permite tocar o pé no chão e não ficar com água acima do peito.

5.    Ensine às crianças a não brincar de empurrar, dar “caldo” dentro da água ou simular que está se afogando.

6.    Muito cuidado com pisos danificados para evitar cortes. O ideal é providenciar o concerto rapidamente. Também é preciso atenção a alguns tipos de ralos que podem sugar cabelos, roupas e até mesmo algumas partes do corpo, levando ao afogamento.

7.    Pisos antiderrapantes na área da piscina também garantem a segurança, inclusive de adultos.

8.    Tempo de chuva merece atenção devido a incidência de raios. Evite a área da piscina nestes momentos.

9.    Manter a piscina coberta ao terminar de usá-la e não deixar brinquedos próximos à água ajudam a manter as crianças longe.

10.    Garanta tranquilidade bloqueando o acesso à piscina, com portões, grades ou até mesmo alarmes sonoros.

Fontes: Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e ONG Criança Segura